Navegador solitário socorrido pela Marinha a Noroeste do Porto Santo

De acordo com uma informação da Marinha Portuguesa, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com o MRSC Funchal, coordenou o salvamento de um indivíduo que se encontrava numa balsa salva vidas pertencente ao navio Rogui II, um veleiro da República Checa que se dirigia das Caraíbas para a Europa.

Após receber um sinal satélite COSPAS SARSAT emitido por uma bóia de posicionamento de emergência (EPIRB), que lança um sinal de emergência quando em contacto com a água, cerca das 17h30 de segunda-feira, a 150 milhas náuticas, o equivalente a mais de 277 km, a Noroeste de Porto Santo, o MRCC Lisboa de imediato empenhou um navio mercante e um navio de pesca que se encontravam na área e uma aeronave da Força Aérea Portuguesa (FAP), um C295, por forma a confirmar o contacto recebido. Tal viria a acontecer cerca das 21h00, através da aeronave da FAP, que identificou a balsa salva-vidas com uma pessoa a bordo.

O navio mercante “LNG Port-Harcourt II”, das ilhas Bermudas, resgatou o indíviduo de 64 anos, da República Checa à 1h45, desta terça-feira, tendo o transbordo para o navio da Marinha Portuguesa ocorrido às 4h00, seguindo agora para o Funchal, onde se prevê chegar ao início da tarde de hoje.

Nesta operação de salvaguarda da vida humana no mar estiveram empenhados o NRP Mondego, C295 da Força Aérea Portuguesa, um navio mercante e um navio de pesca.

​​