CMF vai fazer inquérito sobre segurança na cidade

A CMF realiza a partir de hoje, dia 5 de abril, os questionários do diagnóstico local de segurança do concelho. Um trabalho que surge na sequência de um acordo de cooperação entre a edilidade e o Observatório Permanente Violência e Crime da Universidade Fernando Pessoa (OPVC – UFP).

Os questionários, refere a Câmara, visam recolher informação para a realização de um estudo sobre a percepção de segurança/insegurança e a criminalidade na área onde reside/trabalha. Os inquéritos presenciais serão realizados em toda a área geográfica da cidade do Funchal e estão destinados a residentes, trabalhadores e estudantes que façam parte do quotidiano da cidade há mais de dois anos.

A participação será feita de forma anónima e os dados recolhidos são confidenciais. Toda a informação solicitada destina-se única e exclusivamente para a realização do estudo, cujo resultado permitirá melhorar as condições de segurança na cidade do Funchal, assegura a autarquia, que alerta que os elementos das equipas de trabalho da CMF que estarão no terreno nos próximos dias a recolher estas informações estão devidamente identificados, sendo que em circunstância alguma abordarão os munícipes, e os demais cidadãos, para a entrega de qualquer valor monetário.

Dada a importância deste estudo para a cidade, o Município do Funchal agradece a colaboração de todos aqueles que forem solicitados para responder aos inquéritos. Recorde-se que, este é o primeiro passo de um trabalho importante que tem por objectivo a elaboração de um Contrato Local de Segurança com o Ministério da Administração Interna, no sentido de reduzir vulnerabilidades sociais e prevenir a criminalidade, dando um sentimento de segurança à cidade, assegura a Câmara.