590 mil euros atribuídos a associações camaralobenses

A Câmara Municipal de Câmara de Lobos celebrou com as instituições sociais, culturais e desportivas do concelho a assinatura de protocolos para dinamizar actividades de relevante interesse público no concelho. A cerimónia realizou-se ao longo de terça e quarta-feira, em horários desfasados tendo em conta as medidas de prevenção do COVID-19.

No total, foram celebrados protocolos com 47 instituições sediadas no concelho ou que nele desenvolvam actividades, envolvendo um investimento global na ordem dos 590 mil euros.

Para o corrente ano 2021 a Câmara Municipal celebrou contratos de apoio com 47 instituições, mais 10 do que as apoiadas no ano transacto.

Este ano serão atribuídos apoios na ordem dos 590 mil euros, o que representa um acréscimo percentual de cerca de 6% face aos apoios atribuídos em 2020. O aumento das verbas a atribuir face ao ano transato resulta, do apoio da autarquia a novos projectos sociais e culturais que serão desenvolvidos no concelho.

De acordo com o quadro resumo a baixo, podemos verificar que é nas instituições Sociais e Humanitárias que se verifica um aumento de cerca de 11% dos apoios a atribuir. Tal aumento explica-se não só pelo maior número de instituições apoiadas mas também pelo papel acrescido que estas são chamadas a ter, em contexto de pandemia, no apoio à população.

No caso das Culturais e Desportivas há uma redução percentual de valores a atribuir na ordem de 2% que reflectem uma diminuição nos valores a atribuir às associações desportivas, fruto da evolução demográfica que se traduziu na diminuição do número de atletas federados.

 

INSTITUIÇÕES 2018 2019 2020 2021
 

CULTURAIS E DESPORTIVAS

215.900,00 € 225.210,00 € 230.810,00 € 225.732.00
SOCIAIS E HUMANITÁRIAS (15) 263.600,00 € 303.600,00 327.400,00 € 364.500,00 €
TOTAL 469.800,00 € 528,800,0 € 558.210,00 € 590.232.00 €

 

Segundo Pedro Coelho, a transferência de verbas dos apoios hoje celebrados, será feita em função das actividades realizadas, numa lógica de responsabilidade financeira e maximização de recursos. “Dada a situação actual, provocada pela pandemia em curso, há incerteza relativamente à possibilidade de realização de atividades programadas por parte das associações. Por isso, este ano, as transferências serão realizadas em função da concretização das mesmas. Perante o cenário de incerteza, a que as instituições apoiadas são alheias, garante-se que o dinheiro dos contribuintes Câmara-lobenses é canalizado de forma eficiente e economicamente responsável.”