França: “Deixem-nos trabalhar”

¡AF!