O mar não justifica tudo!

Fotos DR

Quem na ribeira deita, no mar colhe! Mas nem sempre é assim. Se o mar leva e o mar traz, há quem, na orla costeira dê uma ajuda!

Basta um passeio pela marginal do Funchal para verificar que os atos de civismo ficaram em casa.

Há lixo que não é propriamente marinho, sendo os plásticos a praga civilizacional.

Entre os tetrápodes há quem faça cama, mas esse é um mal dos novos tempos pandémicos.