Comando Operacional da Madeira vai receber drone de última geração

De acordo com uma informação do Comando Operacional da Madeira (COM), esta entidade tem testado nas últimas semanas a sua capacidade de comando e controlo, recentemente edificada no âmbito do processo de transformação tecnológica do seu Centro de Operações. Este processo incluiu a participação no exercício “Golfinho 20”,a convite do Comando da Zona Militar da Madeira, exercício criado por este Comando para treinar o comando e controlo das suas forças em resposta a situações de catástrofe, e que permitiu ao COM testar, com sucesso, os sistemas de comunicações instalados no seu novo Centro de Operações, incluindo comunicações civis de socorro e comunicações tácticas militares, o que permitir garantir a capacidade de coordenação do apoio das Forças Armadas ao Serviço Regional de Protecção Civil (SRPC).

Ainda no âmbito da coordenação do apoio ao SRPC, o Comando Operacional da Madeira participou, no final desta semana, no Exercício de Emergência à Escala Total “APS 2020”, que visou testar o Plano de Emergência do Aeroporto de Porto Santo em situações de incidentes ou acidentes com aeronaves. O cenário, que simulou a existência de vários sinistrados, permitiu testar a capacidade de resposta do SRPC, através da projecção de equipas de emergência, em aeronave da Força Aérea, da Madeira para Porto Santo, refere uma nota de imprensa.

O processo de capacitação do novo Centro Operações do COM inclui a recepção, em meados de Novembro, de um drone de médio porte da última geração, com capacidade para operar, em simultâneo, diversos sensores, nomeadamente, câmaras de alta resolução, imagem térmica, altifalante e foco luminoso. O sistema contempla a capacidade de transmissão segura de dados, incluindo vídeo, e garante o emprego em condições meteorológicas adversas.