IASAUDE garante que médico infetado com COVID-19 não está ao serviço do SESARAM desde 1 de outubro

Em relação ao médico madeirense infetado com COVID-19, o Instituto de Administração da Saúde (IASAUDE) emitiu, há instantes, uma informação do seguinte teor:

-“O caso positivo identificado hoje pelas autoridades de saúde é um profissional de saúde do SESARAM. A vigilância epidemiológica está a decorrer e já permitiu concluir que o profissional em causa não está ao serviço desde o dia 01 de outubro. Desde essa data, o profissional em causa ausentou-se da Região Autónoma da Madeira e no regresso, foi testado no Centro de Rastreio do Aeroporto Internacional da Madeira.

Desde a data do regresso à Região Autónoma da Madeira, o profissional de saúde tem se mantido em isolamento e está em plena articulação com as autoridades de saúde.

Apelamos à importância da validação prévia da informação junto das fontes institucionais de forma a evitar o alarmismo junto da população.

Mais informamos que no final do dia hoje, será emitido a informação oficial acompanhada pelo boletim epidemiológico da situação da COVID-19 na RAM”.