“Parlamento musical” realiza concertos até Julho de 2021

O presidente do parlamento regional, José Manuel Rodrigues, referiu as conclusões da Conferência dos Representantes dos Partidos, salientando que em debate estiveram questões relacionadas com a pandemia de Covid-19. Rodrigues revelou que pediu um parecer ao IASAÚDE, para avaliar as circunstâncias do funcionamento do parlamento, com todos os 47 deputados, mais os funcionários parlamentares e a comunicação social.

“Aguardo da parte do IASAÚDE esse parecer, para avaliar se continuamos com o actual modelo, de metade mais um deputado em exercício de funções, ou se podemos voltar a reunir com a totalidade dos deputados eleitos”, referiu.

A Conferência de Representantes decidiu que, uma vez que ainda não há parecer, manter-se-á por agora o funcionamento pela metade, mantendo-se a obrigatoriedade da presença dos deputados no parlamento nos dias de plenário.

Também aprovada por unanimidade foi a iniciativa de realizar um “parlamento musical”, que será constituído por doze espectáculos, que se iniciarão em Novembro deste ano e se prolongarão até Julho de 2021.

Por outro lado, foi também decidido que o Plano de Desenvolvimento Económico e Social que será apreciado na quinta-feira terá um regimento especial, com mais tempos para cada um dos partidos, e também para o Governo Regional, “uma vez que se trata de uma matéria muito importante para a vida da RAM”.

Finalmente, decidiu-se também que o Orçamento da RAM para 2021 será apreciado em meados de Dezembro.

Foi ainda aprovada por unanimidade uma resolução apresentada por José Manuel Rodrigues, sobre o novo regulamento de avaliação dos funcionários da ALRAM. “Este novo regulamento visa dar maior transparência a essa avaliação, e também trazer maiores benefícios na progressão de carreiras”. A resolução será levada a plenário.