Evento “Madeira Pride” este ano também sujeito aos condicionalismos da Covid-19

A Comissão Organizadora do evento “Madeira Pride”, constituída pelas associações ABRAÇO, Núcleo LGBTI Madeira da rede ex aequo, Opus Gay Madeira e UMAR/Madeira informa ter sido obrigada a adaptar, tal como todas as outras organizações de eventos, a realização do Madeira Pride 2020.

Como tal, adianta, foi lançada uma campanha, que decorre até ao dia 20 deste mês, em que as pessoas, sejam da comunidade ou não, podem enviar a sua foto para geral.madeirapride@gmail.com, que seja de reivindicação ou celebração da causa. Estas fotos serão, posteriormente, lançadas nas redes sociais Facebook e Instagram, no dia 3 de Outubro, data já lançada nos primeiros meses do ano, numa espécie de Marcha do Orgulho LGBTIQ+ online.

Mais para o fim do dia, em substituição do Arraial, artistas farão as suas actuações nessas mesmas plataformas, anuncia-se. “Contaremos com Alexandra Barbosa, Fado Bicha e Diana Duarte, havendo ainda duas actuações por confirmar. Para encerrar o dia, as Drags Queens Bianca Vascary, La’aura, Miss Alice e Debbie Booh encherão os ecrãs de glamour”, promete-se.

“Proudly ON é como nos sentimos este ano que, apesar de particularmente difícil, não poderia deixar de marcar a força e necessidade da existência do Madeira Pride, que está na sua quarta edição”, refere a organização do acontecimento que visa dar visibilidade, na comunidade madeirense, a gays,  lésbicas, bissexuais, pessoas trans, intersexo e seus apoiantes heterossexuais.