A caminho das Autárquicas de 2021 (Calheta)

Calheta é a freguesia sede do concelho com o mesmo nome. Com 23,47 km² de área e 3.163 habitantes (Censos 2011), a sua densidade populacional é 134,8 hab/km².

Fundada em 1430, a Calheta é uma das mais antigas freguesias da ilha da Madeira e foi uma das primeiras a ser explorada pelos primeiros colonizadores.

A produção e comércio de açúcar foram das primeiras actividades económicas da freguesia. Daí a existência de engenhos, como o que ainda hoje perdura na vila.

A agricultura e o turismo, sobretudo o alojamento local, são outras actividades da freguesia.

A freguesia estende-se do mar à serra, passando pelos sítios da Estrela, Lombo Salão, Atouguia. Aliás, a igreja da Atouguia é a única da Região que possui uma relíquia de João Paulo II, canonizado santo pela Igreja Católica em Abril de 2014.

O presidente da Junta, Antero Manuel Santana.

Politicamente falando, num concelho onde o CDS tem uma boa base eleitoral, a freguesia da Calheta sempre foi fiel ao PSD. Ali o CDS nunca foi poder.

À semelhança de outras freguesias do concelho, na freguesia sede também se sente uma bipolarização entre partidos de direita (PSD/CDS) mas a vantagem sempre pendeu para o PSD.

A esquerda tem dificuldade em se afirmar nesta freguesia e neste concelho.

O melhor resultado alguma vez alcançado pelo PS foi nas últimas Autárquicas de 2017 e, mesmo assim, não foi além de 23,03%. E mesmo coligado com o CDS em 2001, os dois juntos não foram além de 25,8%.

Em mais de 40 anos de democracia autárquica, o PSD sempre esteve à frente da Junta de Freguesia da Calheta.
O resultado mais expressivo conseguido pelo PSD foi em 1979 (85,5%) e o mais baixo nas Autárquicas de 2013 (54,2%).

Ainda assim, o PSD pode orgulhar-se de, na Calheta, nunca ter descido da fasquia dos 50% (maioria absoluta).

O melhor resultado do CDS foi alcançado nas primeiras eleições livre democráticas, em 1976 (34,1%) e o pior nas eleições seguintes, em 1979 (5,6%).

CDU e BE têm obtido na freguesia da Calheta resultados residuais.

Nas últimas Eleições Autárquicas de 2017, o PSD venceu por 58,04% (1.076 votos), o PS obteve 23,03% (427 votos), o CDS 11,70% (217 votos), o PTP 2,05% (38 votos) e a CDU 1,24% (23 votos).

O PSD tem 6 mandatos na Assembleia de Freguesia, o PS 2 e o CDS 1.

O presidente da Junta de Freguesia é o social-democrata, Antero Manuel Santana.