Roberto Silva afirma que Porto Santo tem condições para afirmação cultural

O PSD-Madeira considerou hoje que o Porto Santo em todas as condições para reforçar a sua afirmação cultural. Foi nos Jardins da Casa Colombo – Museu do Porto Santo que a Comissão Política do PSD principiou os Encontros Temáticos tendentes a preparar o Plano Estratégico de desenvolvimento social, económico e cultural daquela ilha, no horizonte 2020/2030. Um plano que, recolhendo o maior número de opiniões e contributos, servirá de base à Moção a apresentar ao Congresso Regional do PSD/M, no próximo mês de Novembro.

Sob o lema “Honrar o Passado, Trabalhar o Presente e Projectar o Futuro”, este primeiro encontro, focado nas áreas da Educação e Cultura, foi dinamizado por Fátima Silva, membro da Comissão Política e presidente da Assembleia Municipal do Porto Santo, numa participação condicionada pelas restrições decorrentes da pandemia que, ainda assim, envolveu a sociedade civil e abre espaço, conforme a própria explica, “a que outras entidades, nomeadamente docentes e agentes culturais, possam fazer chegar os seus contributos, via email, complementando e enriquecendo, desta forma, o documento a elaborar, neste domínio, por Magno Velosa.

Para finalizar o documento  respeitante às áreas em questão “serão ainda recolhidos contributos junto dos representantes do Governo Regional com a tutela destas matérias”, sublinha.

Fátima Silva não duvida de que, independentemente das opções políticas, “o mais importante, neste momento, é recolher e potenciar o contributo, o mais alargado possível, de toda a comunidade, num exercício de responsabilização e de partilha que, também nestas áreas, é fundamental para garantir um futuro melhor ao Porto Santo”.

Uma opinião que Roberto Silva subscreve, até porque é na base desta reflexão conjunta e participada que será delineada a estratégia a seguir na próxima década, para o bem de todos os porto-santenses.

Roberto Silva reforçou ainda “a necessidade de o Partido abrir-se à sociedade e promover a sua maior aproximação a toda a população, de modo a que o PSD se afirme como o principal referencial e promotor dos valores únicos do Porto Santo, desde às tradições e costumes ao desenvolvimento sustentável, entre muitas outras áreas”.

Aliás, frisou“deste primeiro Encontro ficou a certeza de que esta Ilha tem um enorme potencial do ponto de vista da sua cultura que importa valorizar, promover e salvaguardar, quer desde já mas, sobretudo, para o futuro e junto das novas gerações”. Potencial esse que pode, igualmente, sustentar e complementar os diferentes atributos que a ilha apresenta, ao nível da sua atractividade turística.

Este foi o primeiro dos cinco Encontros Temáticos previstos, estando o próximo programado para os dias 24 e 25 de Julho, sob a temática “Ambiente, Agricultura e qualidade de vida”.