Binter vai aumentar voos entre a Madeira e Canárias a partir de Agosto

A Binter via aumentar as suas conexões entre a Madeira e as Canárias a partir de Agosto, para oferecer três frequências semanais a Gran Canária e com a reincorporação do voo com a ilha de Tenerife, refere uma nota da companhia. Recorde-se que o FN noticiou em primeira mão em Junho o reinício dos voos por esta companhia, entre a Madeira e as Canárias, a partir de 5 de Julho. Entretanto a empresa vem agora ampliar o número de voos após a melhoria do contexto sanitário nas duas regiões e a reabertura das fronteiras, pretendendo, declaradamente, “contribuir activamente para a recuperação turística nos dois territórios”.

A Madeira terá ligação às Canárias através da ilha da Gran Canaria, todas as terças, quintas e domingos, com um voo que partirá do Aeroporto Internacional da Madeira às 12.00 horas, para aterrar na Gran Canaria às 13.30 horas. O voo de regresso das Canárias será às 14.25 horas, com chegada à ilha da Madeira às 15.55 horas.

Por outro lado, a conexão com Tenerife será aos sábados, com um voo que partirá do aeródromo madeirense às 12h e aterrará no aeroporto de Tenerife Norte – Cidade de La Laguna às 13h20. O retorno ao arquipélago da Madeira será às 14h25, chegando às 15h45.

Os bilhetes podem ser adquiridos através dos canais de venda habituais da companhia: www.binter.pt , por telefone ligando para o 291 290 129 e ou através de agências de viagens, onde poderão consultar as condições e os preços.

Os passageiros provenientes da Madeira deverão submeter-se às medidas decretadas pelo Ministério da Saúde do Governo de Espanha dentro da estratégia de detecção precoce, vigilância e controlo da COVID-19 que estabelece controlos sanitários nos pontos de entrada de Espanha.

Todos os passageiros oriundos de qualquer aeroporto situado fora do território espanhol, deverão preencher um formulário de saúde pública electrónico que devem apresentar quando chegarem ao aeroporto de destino. Poderão preencher o formulário através de www.spth.gob.es, ou através da aplicação gratuita SPAIN TRAVEL HEALTH-SpTH. Após terminar de preencher o formulário, o passageiro irá obter um código QR, que deverá apresentar ao chegar a Espanha.

Quando chegarem a Espanha, seja por via aérea ou marítima, os passageiros deverão submeter-se a um controlo sanitário antes de entrarem no país. Estes controlos poderão incluir a medição de temperatura para detecção da febre (igual ou superior a 37,5ºC), um controlo documental e um controlo visual sobre o estado do passageiro.”

A Binter diz ter implementado protocolos e procedimentos para garantir a segurança dos passageiros e do pessoal da companhia, cumprindo rigorosamente todas as directrizes europeias e espanholas, como por exemplo a obrigatoriedade de viajar com máscara que tape o nariz e a boca.

Algumas das medidas em destaque para aumentar a segurança de saúde a bordo são a realização de um processo de embarque e desembarque escalonado, a distribuição de toalhetes hidroalcoólicos a todos os clientes ou a eliminação do serviço a bordo para reduzir a manipulação de materiais. Além disso, foram reforçados os procedimentos de limpeza, acrescentando aos já efectuados entre escalas e à desinfecção após a conclusão das operações diárias, a realização de novas desinfecções profundas para garantir uma higienização exaustiva da frota.

Em todos os aviões está garantida a qualidade do ar na cabina. Nos aviões modelo ATR, que voam a uma altitude mais baixa, o sistema de ar condicionado sem recirculação garante a existência de uma circulação e renovação de ar adequada e constante através da entrada de ar exterior.