Hoje é o Dia da Europa a quem se pede medidas concretas para ultrapassar a pandemia COVID-19

O secretário-geral do PSD-Madeira, José Prada não esqueceu que hoje é o Dia da Europa e pede de Bruxelas um outro olhar para ultrapassar as consequências da pandemia COVID-19.

“No dia em que celebramos a Europa e tudo o que de bom a integração europeia nos trouxe, fará sentido questionar até que ponto é que o projeto europeu será capaz de sobreviver à crise económica e social que a COVID-19 deixou a descoberto.

Espera-se que sim, que sobreviva e que renasça ainda mais forte, unido e solidário, focado no bem comum que nos une. Uma tarefa que não será fácil perante um desafio que é tão maior quanto o é a oportunidade de fazer diferente.
Espera-se e acredita-se que assim será, mas não tenhamos ilusões de que a nota só será positiva se passarmos das intenções às ações. Se apostarmos mais nas soluções do que nas meras palavras. E se formos rápidos, muito mais rápidos e pró-activos.
Desde a primeira hora que a Madeira apelou à solidariedade europeia para enfrentar esta crise e garantir apoios a uma recuperação que se impõe.
Ainda hoje aguardamos pela resposta, a mesma que noutras alturas e circunstâncias se fez sentir, para bem de todos os Madeirenses e Porto-Santenses.
Se a Madeira é exemplo da aplicação dos fundos comunitários e do que de melhor a Europa faz ou pode fazer pelas suas regiões, então voltemos a ser exemplo, agora, na recuperação pós COVID-19.
Se assim for, não tenho dúvidas de que continuaremos a trabalhar, juntos, para que o projeto europeu seja, cada vez mais, um projeto mais solidário, justo e forte.
Em nome de todos e para todos”.