Ana Cristina Monteiro pede ao Governo central para agir no sentido de poupar a RAM a consequências negativas da greve dos estivadores

A deputada do CDS-PP Ana Cristina Monteiro abordou hoje em conferência de imprensa a preocupação do CDS com as consequências que a greve dos estivadores trará para a Região Autónoma da Madeira, e cujos efeitos já se estão a sentir com a falta de bens essenciais à população, nomeadamente lacticínios, carnes e enlatados.
Focou também o direito dos trabalhadores reivindicarem os seus direitos laborais, sendo certo que deverão também ser garantidos os serviços mínimos a fim de evitar prejuízos injustificáveis, refere uma nota de imprensa citando as declarações da parlamentar.
Desta feita, o CDS-PP apresentou à Assembleia Legislativa Regional uma proposta de resolução onde recomenda ao Governo da República intermediar às associações sindicais que sejam cumpridos os serviços mínimos, minimizando as consequências e os prejuízos que a população madeirense possa vir a sofrer por esta greve dos estivadores.