Vereador de Miguel Gouveia fala do encerramento da Frente MarFunchal e diz que “fazer o que está certo é fazer o que é melhor para o Funchal”

João Pedro Vieira elogia Miguel Gouveia pela “coragem de tomar decisões difíceis, como a de encerrar a empresa municipal Frente MarFunchal, cuja gestão condenada em Tribunal nos tempos do PSD tem repercussões inultrapassáveis ainda hoje”.

João Pedro Vieira, secretário-geral do PS-Madeira, vereador pela Coligação na Câmara do Funchal, onde tem os pelouros dos Assuntos Jurídicos, Fiscalização, Licenciamentos, Património Imóvel, Mercados Municipais, Juventude e Desporto, Democracia Participativa, Pormoção da Saúde e Auditoria Interna, veio a público reagir à decisão da Autarquia de encerrar a empresa Frente MarFunchal, uma situação que não é pacífica e que já tem merecido reações críticas por parte da oposição.

O médico sentiu necessidade de manifestar o seu apoio a esta medida da Câmara liderada por Miguel Gouveia e fê-lo na sua página pessoal do Facebook, onde escreve as palavras “competência, humildade e coragem” como “três traços que ficam associados à governação do Miguel Silva Gouveia da Câmara Municipal: a competência que permitiu resolver os problemas financeiros e administrativos de uma Câmara parada no tempo do papel; a humildade de reconhecer que nem sempre conseguimos resolver problemas com mais de uma década de existência; e a coragem de tomar decisões difíceis, como a de encerrar a empresa municipal Frente MarFunchal, cuja gestão condenada em Tribunal nos tempos do PSD tem repercussões inultrapassáveis ainda hoje, salvaguardando-se assim os interesses dos funcionários, dos fornecedores e dos funchalenses”.

João Pedro Vieira escreve para dizer que “fazer o que está certo é fazer o que é melhor para o Funchal – e isso nem sempre é dar boas notícias no curto prazo, na certeza, porém, de que no médio e longo beneficiaremos todos desta decisão. De resto, este mar que nos une continuará lá, à espera de todos nós”.