Inspeção ao Núcleo Infantil resultou de uma denúncia, confirma a ARAE que já reportou a ocorrência

Caixinha de coresA inspeção levada a efeito pela Autoridade Regional de Atividades Económicas (ARAE) junto do Núcleo Infantil Caixinha de Cores, a funcionar no Caniço com 18 crianças dos 4 meses aos 5 anos, resultou mesmo de uma denúncia com base no “funcionamento em condições duvidosas que pode pôr em causa a segurança das crianças”, confirma este organismo ao Funchal Notícias.

Os inspetores estiveram no local, juntamente com a Autoridade sanitária de Santa Cruz e o resultado das averiguações já foi encaminhado para a entidade da respetiva tutela, a Educação, sendo que caberá uma eventual decisão.

Recorde-se que como o FN já deu conta, a gerência do Núcleo Infantil manifestou o seu descontentamento pela forma como o processo decorreu, sublinhando que em algum momento foi avançado o motivo desta inspeção, sendo que os proprietários garantem que além do espaço estar, regularmente, sujeito a inspeções da secretaria da Educação,  cumpre com todos os requisitos previstos na lei relativamente ao funcionamento do Núcleo, nas suas diferentes vertentes, do licenciamento, da alimentação e da situação sanitária.

A gerência avançou, também, com muitas dúvidas sobre a forma como a situação foi conduzida, uma vez que deixa em aberto a possibilidade de haver eventuais ligações à abertura de uma creche, na próxima semana, na freguesia.