Renovado Museu Vicentes já registou 5 mil visitantes em três meses, revela Eduardo Jesus na abertura de congresso sobre fotografia

Eduardo Jesus SRTC - Congresso - foto 1O Secretário Regional de Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, esteve presente, hoje, no Colégio dos Jesuítas, na Sessão de Abertura do ‘Congresso Internacional: Fotografia e Viagem’, uma organização da secretaria que tutela e que vai debater, durante dois dias, a relação complexa entre fotografia e viagem, do século XIX ao início do século XX (até 1920), com um tema académico fundamental para entender a presença da fotografia no quotidiano.

A iniciativa traz à Madeira quatro especialistas nas áreas da fotografia, da literatura de viagem e da antropologia, assim como um conjunto de cerca de 20 comunicações de investigadores de Espanha, França, Itália, Hungria e Turquia que desenvolvem trabalho teórico e teórico-prático no âmbito da fotografia.

O Congresso acontece no contexto da reabertura do Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s, sendo, por isso, uma oportunidade de divulgar e tornar acessível aos oradores convidados, um património único e singular no que concerne ao registo fotográfico do arquipélago da Madeira, desde 1860.

Eduardo Jesus relevou a importância documental da fotografia e as mudanças que os tempos trouxeram, apontando o aumento do número de pessoas que viajam, bem como a circulação imediata da fotografia através das câmaras dos telemóveis, salvaguardando que a qualidade da fotografia continua como sendo um legado intocável.

O governante lembrou o investimento de 1,7 milhões de euros por parte do Governo no Atelier Vicentes, que desde a sua abertura, a 29 de julho, já registou cerca de 5 mil visitantes.