Primeiros tempos do novo secretário passados em obras e reuniões

Pedro Fino São Jorge 1
O Governo Regional prevê a conclusão dos trabalhos entre a Ribeira de São Jorge e São Jorge no início do segundo semestre de 2021.

Pedro Fino São Jorge 3O novo secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas já começou a desenvolver um trabalho de reconhecimento, no terreno, para se inteirar das obras que estão na sua esfera de governação, sendo que para esse efeito deslocou-se em visita aos trabalhos em curso de construção da Via Expresso Ribeira de São Jorge – Arco de São Jorge, que estão na segunda fase e que irão permitir a conclusão da ligação da Estrada Regional 101, entre a Ribeira de São Jorge e o Arco de São Jorge.

Nesta visita fez-se acompanhar de vários elementos da Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas (SREI), bem como da empresa responsável pela execução desta obra, a AFAVIAS.

De acordo com uma informação veiculada pelo seu gabinete de comunicação, é referido que se trata de um troço rodoviário que “integra a rede regional de Vias Expressos, nomeadamente a VE1, situada entre Machico e São Vicente, com o governante a considerar esta uma “obra estruturante, visando a segurança das populações e essencial para a integração económica e social daquelas localidades”.

Pedro Fino fez questão de frisar que a obra foi dividida em duas fases, sendo que da primeira fase fizeram parte os trabalhos de escavação, revestimento provisório e definitivo e drenagem dos túneis 1 e 2, e parte do túnel 3 (km 5+013 ao km 5+750) e as galerias de emergência 1, 5 e 6. Foram ainda executadas as terraplenagens, parte da drenagem e as estruturas de suporte do troço a céu aberto entre o km 2+136 e o km 2+772 e do Restabelecimento 1.

Os trabalhos da primeira fase da obra encontram-se concluídos desde 2010 pelo valor de 52,1 M€. Nesta segunda fase da obra serão executados os restantes trabalhos em subterrâneo, três obras de arte com extensões compreendidas entre os 50 e os 290 metros e três rotundas que irão permitir a ligação da Via Expresso à rede viária existente. Serão também executados trabalhos de terraplenagem, de drenagem e das estruturas de consolidação e suporte nos troços a céu aberto, assim como todos os trabalhos de pavimentação, sinalização e instalação dos equipamentos de iluminação, segurança, ventilação e rede de combate a incêndios.

As obras desta 2.ª fase estão orçadas em 38,9 M€. O Governo Regional prevê a conclusão dos trabalhos entre a Ribeira de São Jorge e São Jorge no início do segundo semestre de 2021 e o troço entre São Jorge e o Arco de São Jorge para meados de 2022.

Na mesma nota, a secretaria revela que “desde que tomou posse como secretário regional, Pedro Fino tem realizado diversas reuniões com vista a inteirar-se do funcionamento da Secretaria que agora tutela, quer com as diversas direções regionais, como com outros organismos que pertencem à orgânica da Secretaria, como a PATRIRAM, Sociedades de Desenvolvimento, Laboratório Regional de Engenharia Civil e as concessionárias Via Expresso e Via Litoral”.