Doação do Figurado de Barro do espólio do Padre Alfredo Vieira de Freitas para o Museu Etnográfico será formalizado dia 23

A Câmara de Santa Cruz e o Museu Etnográfico da Madeira assinam na próxima quarta-feira, dia 23 de Outubro, pelas 15 horas, o contrato de Doação do Figurado de Barro do Espólio do Padre Alfredo Vieira de Freitas para o Museu Etnográfico da Madeira.
A Casa da Cultura/Quinta do Revoredo é um bem imóvel propriedade da Câmara Municipal de Santa Cruz e sob gestão da mesma tem, desde 1995, depositada nas suas instalações o figurado de barro do Padre Alfredo Vieira de Freitas, de grande valor histórico, etnográfico e cultural, esclarece o coordenador da dita Casa da Cultura, Emanuel Gaspar.

A referida colecção, composta por 19 figuras que constituem parte do seu espólio particular, foi doada pela família do padre/escritor à Câmara Municipal de Santa Cruz, livre de ónus, obrigações ou encargos tendo a edilidade decidido depositá-la na Casa da Cultura.

“Compete ao Município preservar e manter em condições condignas a colecção e verificando, presentemente, que o referido espólio não se encontra nas melhores condições físicas e atmosféricas, nem possuindo meios técnicos e logísticos para mantê-lo acessível e conservado, com as exigências actuais de preservação a autarquia  decidiu doar a colecção de figurado de barro do Padre Alfredo Vieira de Freitas ao Museu Etnográfico da Madeira que actualmente possui o espaço físico e os meios técnicos ideais para assegurar sua manutenção, salvaguarda, catalogação e divulgação.  A decisão foi aprovada por unanimidade na última reunião de Câmara”.