Calado diz que energias renováveis garantem já 30% do consumo energético na Região

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, marcou presença na manhã de hoje, na Sessão de Abertura do Projecto INSULAE. O Governo Regional da Madeira, através da Empresa de Electricidade da Madeira, e a ACIF são entidades parceiras neste projecto que é  co-financiado pela Comissão Europeia, através do Programa Horizonte 2020, e que visa fomentar a implantação de soluções inovadoras para a descarbonização das ilhas da União Europeia.

O INSULAE reúne 27 parceiros de diversos países, incluindo instituições de pesquisa, universidades, serviços públicos, municípios e empresas que actuam no sector da energia, sendo o consórcio liderado pelo centro de pesquisa espanhol Circe, refere uma informação governamental.

Para efeitos de desenvolvimento e demonstração, foram seleccionadas três ilhas, designadas por ilhas farol: Unije, na Croácia, Bornholm, na Dinamarca e a Madeira, em Portugal, e quatro ilhas seguidoras (Menorca, em Espanha, Norderney na Alemanha, Bonaire nas Antilhas Holandesas e Psara Complex, na Grécia), para as quais serão desenvolvidos planos de acção.

Na ocasião, Pedro Calado elogiou o trabalho feito na RAM na área das energias renováveis, que, garantiu, já garantem aproximadamente 30 por cento do consumo da electricidade na Madeira. Pretende-se fazer com que garantam mesmo metade de todo o consumo, reduzindo o uso de cerca de 92 mil toneladas de fuelóleo anuais.

Este projecto, com apoios do POSEUR, representa um investimento de 45 milhões de euros.