Assalto à Segurança Social não “rendeu” dinheiro, há documentos remexidos e suspeitas de furto de uma salva de prata

policia transferido
A Polícia de Segurança Pública esteve no local a recolher informações e indícios e os serviços da Segurança Social estão já a trabalhar em pleno.

Os pisos 1 e 2 do edifício situado na Rua do Bom Jesus, n.º 13, pertencente ao Instituto de Segurança Social, foram assaltados esta última madrugada e segundo uma informação oficial não houve furto de qualqer verba monetária.

Uma informação recebida há pouco revela que “numa análise preliminar, foram remexidos documentos arquivados em armários e gavetas, havendo para já apenas a suspeita do roubo de uma salva de prata pertencente a uma funcionária. Em dinheiro não houve qualquer roubo, não só por falta de acesso ao cofre, como porque a grande maioria dos pagamentos é efetuada por cheque ou transferência bancária. Mais se informa que Polícia de Segurança Pública esteve no local a recolher informações e indícios, estando já todos os serviços do ISSM, IP-RAM funcionar em pleno”.