Escritor e investigador do Porto Santo faz a ligação do “ontem” e do “hoje” da Saúde da Região

António Rodrigues Porto santo escritorPorto Santo Saúde BPorto Santo saúde CA secretaria regional liderada por Pedro Ramos dinamizou hoje, no Porto Santo, uma conferência sobre “História da Saúde”, tendo como orador um filho da terra, escritor e investigador, António Rodrigues, que nos anos 50 trabalhou como auxiliar de enfermagem no centro de saúde da ilha dourada.

O governante que tutela a pasta da Saúde lembrou que Madeira e Porto Santo estão a festejar os 600 anos das Descobertas e a Saúde comprometeu-se a várias intervenções, designadamente, entre outras iniciativas, a conferência de hoje com o professor António Rodrigues, para debater o setor do ponto de vista histórico. Também vamos lançar o livro Madeira Mais Saúde, que revela a Saúde dos 600 anos, com vários apontamentos, talvez com mais pormenores da Autonomia desde que o Dr. Nélio Mendonça criou o nosso Sistema Regional de Saúde, é também uma homenagem ao Dr. Nélio”.

O escritor e investigador António Rodrigues tem 79 anos de idade e nos anos 60 entrou para os serviços da Câmara Municipal. Depois da aposentação, em 1997, dedicou-se à escrita. Já publicou sete livros sobre hábitos, tradições e cultura do Porto Santo. E foi no final da conferência que veio a ser desafiado pelos presentes a escrever nova publicação, desta vez dedicada à Saúde.

Na conferência, António Rodrigues fez uma retrospetiva da situação da Saúde na relação com os nossos dias, sublinhando que a partir do 25 de abril de 74 a situação começa a melhorar, tanto em medicamentos como em assistência. Hoje, diz que o centro de saúde “tem bons profissionais e melhores condições”