Governo Regional quer internacionalizar prova de atletismo do Caminho de Ferro do Monte

Foto DR.

Na entrega de prémios da 3.ª Corrida Caminho de Ferro do Monte, a Secretária Regional do Turismo  e Cultura respondeu positivamente ao repto deixado pela organização para que o Governo Regional apoie a internacionalização da prova, que hoje se realizou, numa organização da Associação de Atletismo da Madeira, em parceria com a Junta de Freguesia do Monte e com o apoio de diversas entidades, entre as quais o Hotel Quinta do Monte e que integra as Comemorações alusivas aos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo.

Segundo uma nota de imprensa, na ocasião, Paula Cabaço valorizou não só a importância actual do Monte do ponto de vista turístico para o Funchal e para a Região, mas também histórica e cultural, sendo um dos seus ex-libris o Caminho de Ferro que, à época, era «uma das suas principais atrações», inclusivamente tendo um papel fundamental no que se refere à mobilidade. Daí «fazer todo o sentido que esta iniciativa tenha integrado, novamente, o Programa dos 600 Anos, até porque «os 600 Anos são», antes de mais, «uma celebração coletiva, que procura envolver a nossa população e também chegar a novos e diferentes públicos», neste caso  os atletas e amantes do atletismo.

A Secretária Regional do Turismo e Cultura aproveitou ainda o momento para deixar um agradecimento público a todos os participantes e, naturalmente, à organização desta prova.

Refira-se que participaram nesta prova, uma das mais duras do calendário regional, 168 atletas (53 femininos e 115 masculinos), de vários escalões e clubes, tendo ainda a prova contado com a participação de uma vintena de colaboradores.