Esquadra do Porto Santo exige soluções imediatas, alerta o candidato do PS Carlos Pereira

Carlos Pereira Visita EsquadraA esquadra do Porto Santo exige soluções imediata, a par de outras com grandes necessidades, como as da Ponta do Sol, Machico e Santa Cruz. O alerta é do cabeça-de-lista do Partido Socialista-Madeira às eleições legislativas nacionais, que esteve hoje no Porto Santo, onde visitou a esquadra local da Polícia de Segurança Pública e abordou a necessidade urgente de o Ministério da Administração Interna atuar.

De acordo com Carlos Pereira, a esquadra do Porto Santo «é um dos exemplos da necessidade urgente de ter soluções imediatas para que as pessoas que cá trabalham possam trabalhar melhor, mas também que a população do Porto Santo e os turistas possam ser servidos melhor».

O socialista considerou que há uma «necessidade muito grande de resolver esta situação» e acrescentou que «temos soluções que vão ser colocadas no terreno rapidamente». Tal como referiu, os orçamentos para a esquadra do Porto Santo e para as outras que foram identificadas como absolutamente necessário serem alvo de intervenção – Machico, Santa Cruz e Ponta do Sol – «estão previstos nos orçamentos do Ministério da Administração Interna». No caso da esquadra do Porto Santo, que ficará situada no centro da cidade, Carlos Pereira adiantou que «os projetos estão já em curso», sendo que depois seguir-se-ão todos os procedimentos concursais, que são necessários por imperativos de transparência. «O que está aqui em causa agora no que diz respeito à esquadra do Porto Santo é uma questão de tempo para poder ultrapassar este problema, que é um problema sério e tem de ser resolvido», referiu.

Assim, o candidato, que já foi deputado na legislatura passada, adianta que a posição que o PS-Madeira terá na Assembleia da República será a que sempre teve, ou seja, que é preciso resolver esta situação de forma urgente. «Nós compreendemos que no passado houve limitações financeiras nos últimos quatro anos.