Fachos em Machico e cortejo do fogo na Camacha no próximo sábado

Cortejo do fogo na Camacha. Foto Sílvio Mendes

Sílvio Mendes

A tradição vai voltar a ser mantida na paróquia de Machico na noite do próximo sábado, dia 24 de agosto, às 21h30, com o acender dos fachos, nas montanhas sobranceiros ao vale daquela cidade da Ilha da Madeira.

As estruturas que corporizam as figuras alegóricas que se veem nas encostas de Machico, continuam a ser construídas com varas de madeira que alguns dias antes da queima dos fachos, um grupo de jovens e adultos vão buscar à serra.

Nalguns sítios da freguesia de Machico a prática dos fachos começou a dar sinais de inovação, um processo marcado pela substituição das estruturas de madeira por metálicas que permanecem inalteráveis, ano após ano. Esta mudança favorece o trabalho voluntário, havendo apenas que criar um perímetro de segurança em torno do facho, por forma, a evitar possíveis focos de incêndio em mato.

Os fachos são concebidos com o recurso a materiais como: arame, pregos, óleo queimado e bolas de algodão. Os fachos representam figuras alegóricas com letras, nomes e desenhos alusivos à festa do Santíssimo Sacramento que é celebrada em Machico no último domingo de agosto.

Nesse sábado, dia 24, às 20 horas terá início a missa da vigília.

A solenidade do Santíssimo Sacramento terá principiará pelas 16 horas do domingo, dia 25.

Outra tradição relacionada com o fogo decorrerá nesse fim de semana, na Camacha. Será o cortejo do fogo que se realizará no sábado a partir das 21 horas, integrado no programa da festa do Santíssimo Sacramento.

Às 23 horas, no Largo da Achada os bonecos de cartão e papel que se integram naquele cortejo, e nos quais são colocadas peças de fogo-de-artifício, serão queimados constituindo um espetáculo feérico de grande efeito.