Partido RIR quer livros, material escolar e passes obrigatórios para alunos da escolaridade obrigatória

O partido RIR anuncia que, “ao eleger deputados na Assembleia Legislativa Regional, vai propor que os livros, material escolar e passes dos transportes públicos, sejam gratuitos para todos os alunos em idade de escolaridade obrigatória, ou seja do 1º ao 12º ano”.
Diz esta força política que “se na Constituição da República, diz-se que  a educação é gratuita, deve-se cumprir a lei, pois diz-se uma coisa e na prática faz-se outra, ou melhor, os pais é que têm de pagar”.
“Os apoios hoje apregoados pelo Governo Regional e pelas Câmaras Municipais, com o objectivo único de somar votos, ficam muito aquém dos valores gastos pelos encarregados de educação, estes apoios não cobrem nem metade da despesa que os pais têm com os seus filhos”, acusa o RIR, que apela o voto porque afirma “poder fazer mais e melhor”. E acrescenta: “Estas propostas, podem e devem também contemplar os alunos do ensino superior”.