Deputados do PSD visitam “falso túnel” da Pestana Júnior e lamentam alegado incumprimento do Governo da República

Os deputados do PSD-Madeira apontarem de novo hoje baterias ao governo da República, acusando-o de falhar com a segurança dos madeirenses. Foi durante uma visita ao “falso túnel” da Rua Pestana Júnior, uma obra que, para Sérgio Marques, é motivo de orgulho.

O parlamentar considerou que esta obra era “absolutamente necessária após os incêndios de 2016”, uma vez que todas as escarpas sobranceiras à estrada ficaram muito instáveis, agravando o risco de circulação naquele acesso à Cota 200, alegou.

“Havia que mitigar esse risco e daí esta obra, que é inovadora na Região Autónoma da Madeira, porque apresenta um túnel falso”, congratulou-se.

A empreitada ascende aos 16 milhões de euros e “era suposto ser financiada pelo reforço que foi prometido pelo Governo da República após os incêndios”, mas, “até à data, ainda não entrou um cêntimo, um único euro, nos cofres da Região para financiar este tipo de obra, que é importantíssima”, lamentou.

“Isto é lamentável, eu não tenho palavras para descrever este comportamento do Governo da República”, referiu Sérgio Marques, frisando que “tem sido a Região, a através dos fundos que lhe estão alocados, a disponibilizar verbas para financiar esta intervenção”.

“O primeiro papel de cada Governo é acrescentar segurança e é isso que o Governo Regional está a fazer com esta intervenção, tal como os Governos anteriores fizeram com estas estruturas de retenção de material sólido também para garantir a segurança face aos nossos principais riscos naturais, que são o risco de aluvião e o risco de desprendimento de materiais das escarpas, nomeadamente aquelas que são sobranceiras a importantes vias de tráfego regional”, concluiu.