Eremitério de Gaula fez 30 anos e recebeu bispo do Funchal (c/vídeos)

O bispo do Funchal, D. Nuno Brás associou-se hoje aos 30 anos do Eremitério Maria Serena, em Gaula.

A data foi assinalada com uma Eucaristia solene onde a irmã Helena renovou os seus votos.

Recorde-se que o Eremitério é um lugar de oração, recolhimento e silêncio.

É um espaço de oração pelos sacerdotes e pelas vocações cujo capelão é o Pe. Marcos Pinto.

A Irmã Helena, austríaca, eremita, foi uma das fundadoras, a par do Pe. Michael e da Irmã Theresia, já falecidos.

Recorde-se que foi neste Eremitério que o Arcebispo de Évora, o madeirense D. Maurílio de Gouveia, viveu os seus últimos dias, antes de falcer em março deste ano. Ele que escreveu o livro “O Eremitério Maria Serena-Presença do ideal eremítico na Ilha da Madeira”.

O Eremitério nasceu por ação da Divina Providência e é da Divina Providência que vive e que encara o futuro.

A capela do Eremitério foi edificada em 1989 e a ela convergem cristãos que querem encontra-se com Deus…no silêncio.

Hoje foi um dia especial mas a irmã Helena não deixou de apelar à oração pelo clero, pelos sacerdotes, pelos consagrados. Eles que encontram ali o seu refúgio, sempre que quiserem orar e encontra-se com Deus.

À cerimónia associaram-se outros sacerdotes, entre eles o cónego Agostinho Rafael Carvalho.