Trabalhistas defendem preços mais justos nas inspecções automóveis na Madeira

O Partido Trabalhista Português reivindicou hoje preços mais justos nas inspecções automóveis da Madeira. Raquel Coelho pede mais concorrência no sector e o fim do regime de monopólio na exploração da Inspecção Automóvel na Madeira.

Esta parlamentar considerou que já é tempo do Governo Regional por termo ao imbróglio das inspecções automóveis. Em causa, está a alegada situação de ilegalidade em que se encontra a laborar o Centro de Inspecções da Madeira, pelo facto do concurso realizado ter sido considerado fraudulento, diz o PTP.

“Os madeirenses e porto-santenses já estão fartos de pagar pelas más práticas governativas do PSD, além de termos suportado nestes últimos 20 anos a inspecção automóvel a preços superiores ao que se pratica a nível nacional, agora ainda somos chamados a pagar 20 milhões de euros de indemnização à empresa que foi preterida no concurso”, disse Raquel Coelho.

A deputada trabalhista considera, pois, necessário “acabar com as práticas do velho regime, na imposição de monopólios à população”, mas para isso considera fundamental que a população da Madeira eleja deputados à Assembleia Legislativa da Madeira “corajosos o suficiente para enfrentar interesses privados que prejudicam o bem-estar comum”.