Orçamento Participativo em Câmara de Lobos com desafio a obras escolhidas pelo povo

Calado Orçamento Participativo Câmara de LobosO Orçamento Participativo da Região registou hoje uma sessão de apresentação em Câmara de Lobos, com um contexto que Pedro Calado disse ser “inovador”, se desafio às pessoas para participarem com ideias que, posteriormente, poderão transformar-se em projetos concretos, como que aparecendo com o “carimbo” de obras do povo,

O vice presidente lembrou que cada um dos concelhos poderá ter uma obra até 150 mil euros, com uma majoração relativamente aos Porto Santo. Os projetos serão refletidos no Orçamento para 2020.

Calado pensa que até final de novembro estarão concluídos os projetos elegíveis, por forma a poderem ser incluídos no Orçamento a submeter à Assembleia.