Trabalhistas denunciam que António Costa usa a direita sempre que quer “penalizar os trabalhadores”

Raquel Coelho criticou hoje a postura do Partido Socialista relativamente às alterações à Lei Laboral, acusando-os de usarem a direita sempre que querem penalizar a classe trabalhadora.

Em causa está a rejeição de um conjunto de propostas que visavam alterações à Lei Laboral, a fim de proteger os trabalhadores, nomeadamente, no que toca ao trabalho por turnos ; assim como a proposta  para acabar com a obrigação de o trabalhador devolver a compensação ao empregador quando quer impugnar o despedimento.

“Este Governo da República, faz o que quer (…) serve-se à esquerda e à direita, conforme lhe convém e têm de ser denunciados”, declarou a deputada trabalhista.

Para o PTP, a composição da Assembleia da República, com uma maioria de esquerda, deveria “inverter as normas gravosas do código laboral”. No entanto, asseguram que nada disso foi concretizado já que “a precariedade mantém-se”.

“A geringonça de esquerda só existe às vezes, é um embuste aos portugueses e sobretudo à classe trabalhadora”, concluiu Raquel Coelho.