Lucinda Perestrelo expõe no Palácio de São Lourenço

Inserida na Semana das Artes, encontra-se patente no Palácio de São Lourenço a exposição de pintura a óleo “Símbolos de Portugal”, de Lucinda Perestrelo, que pode ser visitada até ao dia 16 de Junho.

A Sala dos “Capitães Donatários”, ao cimo da escadaria central do átrio do Palácio de São Lourenço, esteve repleta de convidados onde se destacaram as presenças do anfitrião, o representante da República para a Madeira, juiz conselheiro Ireneu Barreto,  de Tranquada Gomes, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira,  de Jorge Carvalho, secretário regional da Educação, em representação do presidente do Governo Regional, do bispo do Funchal, D. Nuno Brás, do major-general Carlos Perestrelo (Comandante Operacional e da Zona Militar da Madeira e marido da artista) e de outras individualidades civis, militares e religiosas.

As pinturas a óleo expostas representam simbologia de Portugal e particularmente da Madeira e Porto Santo onde os “Brasões” merecem destaque, salienta uma nota de imprensa.

No dia 10 de Junho, a exposição esteve visitável junto à sala da sessão solene das comemorações do “Dia de Portugal”. Pode ser visitada até ao dia 16.

Lucinda Perestrelo nasceu em Espite (Vila Nova de Ourém) a 15 de Novembro de 1961. Desde muito cedo revelou interesse pelas artes e adquiriu o gosto pela pintura. O principal interesse temático da artista incide na recriação de paisagens de diversos locais de Portugal, trazendo para a tela lugares que fizeram parte da sua vida e da história de Portugal.

Os seus quadros são composições com uma natureza própria e denunciadores de uma frescura de imaginação e revelam um trabalho variado de contornos marcadamente emocionais, acrescenta a informação aos órgãos de comunicação social.

Lucinda Perestrelo encontra na pintura uma fonte para a sua própria realização pessoal, e, não tendo sido esta a sua actividade, actualmente dedica-lhe uma parte do seu tempo, com a ternura necessária que a arte merece.

A artista é casada desde 1984 com o major-general Carlos Perestrelo, Comandante Operacional e da Zona Militar da Madeira e é mãe de dois filhos, Pedro e João.

Realizou as seguintes exposições:

Individuais:

– Galeria Municipal de Sintra – Casa Mantero (Sintra – Setembro 2010)

– Galeria Municipal de Oeiras – Livraria Verney (Oeiras – Setembro/Outubro 2011)

– Galeria Municipal de Alter – Castelo (Alter do Chão – Maio/Junho 2012)

– Galeria dos Paços do Concelho – Castelo de Vide – Julho/Agosto 2012)

Colectivas:

– Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (Braga – Outubro 2009)

– Forte do Bom Sucesso (Lisboa – Dezembro 2009)

– Quinta Nova da Assunção (Belas – Julho 2010)

– Cybercentro (Castelo Branco – Outubro 2010)

– Centro Cultural “Adriano Moreira” (Bragança – Outubro 2011)

– Centro Cultural e de Congressos (Caldas da Rainha – Outubro 2012)

– Museu de Arte Moderna (Sintra – Novembro 2012)

– Teatro Ribeiro Conceição (Lamego – Outubro 2013)

Está representada em colecções privadas em Portugal e no estrangeiro.