Funchal vai continuar a ter espetáculos do Teatro Nacional D. Maria II

Madalena NunesA vereadora da Cultura na Câmara Municipal do Funchal, Madalena Nunes, esteve presente na cerimónia de apresentação da Rede Eunice Ageas, que decorreu no Teatro Nacional D. Maria II. A Rede Eunice foi criada em 2016, em honra da atriz Eunice Muñoz, com o propósito de disseminar pelo país o que de melhor se faz no Teatro Nacional, tendo sido agora rebatizada, com o apoio do Grupo Ageas Portugal, no sentido de continuar a crescer.

“O Funchal foi um dos três Municípios do país escolhidos para fundar a rede, para as suas três primeiras temporadas artísticas, numa aposta revestida de grande orgulho, quer para o Teatro Municipal Baltazar Dias, quer para toda a Região Autónoma da Madeira. O balanço é fantástico e neste momento em que novos Municípios poderão usufruir deste projeto, a garantia que tivemos aqui em Lisboa é que o Teatro D. Maria II continuará a ser parceiro do Funchal na promoção do seu catálogo de espetáculos ao longo dos próximos anos. Era de todo o interesse que a parceria continuasse num novo formato, e é isso que conseguimos, porque o mais difícil, que era estabelecer as pontes de trabalho, já foi feito.”

“Nos últimos três anos, esta parceria permitiu proporcionar aos funchalenses um reforço da oferta teatral de qualidade, com 9 espetáculos, 12 récitas, 2 workshops e mais de 3 mil espetadores só no seu âmbito. Estes números deixam bem evidente a importância de um projeto como este para a descentralização da cultura do nosso país. A escolha do Baltazar Dias para ser um dos três teatros do país a inaugurar a rede foi determinante para o desenvolvimento do panorama cultural regional e foi feita através de concurso público, estando diretamente relacionada com tudo o que tem sido feito para revitalizar o teatro na cidade ao longo dos últimos anos, seja a nível de infraestruturas, de eventos e, naturalmente, de opções para o cartaz, o que muito nos dignifica”, enalteceu Madalena Nunes.

“Neste período, o nosso Teatro Municipal aumentou sustentadamente o seu número de espectadores, registando uma média de ocupação da sala acima da média nacional, o que é sintomático. A aposta na Cultura da cidade é uma das estratégias mais assumidas e bem-sucedidas da atual Presidência, porque o Funchal precisava de uma oferta maior, melhor e mais acessível, mas se temos conseguido concretizar a dinamização cultural que era pretendida, isso também se deve aos exemplos nacionais. Neste âmbito, a adesão à Rede Eunice permitiu, indiscutivelmente, que o Baltazar Dias recuperasse a relevância que merecia.”

A despedida do Baltazar Dias da Rede Eunice acontecerá no próximo dia 21 de junho, pelas 21 horas, com o espetáculo “Quarto Minguante”.