Albuquerque anuncia ala só para plantas tropicais no Jardim Botânico

Albuquwerque floricultores BO Jardim Botânico vai contar com uma ala dedicada só a plantas tropicais. Neste momento, anunciou Miguel Albuquerque, “o Governo Regional já está a trabalhar nisso”, sendo que o objetivo, segundo o presidente do Governo,  “é dar continuidade a reestruturações que têm ocorrido naquele Jardim e que têm sido um sucesso, como as alas de roseiras e de camélias”.

Albuquerque falava ontem à noite, durante a entrega de prémios aos floricultores que participaram na Exposição de Flores, que decorre na Praça do Povo. Um momento para anunciar que vão prosseguir os apoios técnicos da Secretaria Regional da Agricultura aos floricultores e colecionadores de flores regionais.

O governante considera esta ala “uma inovação. Vamos ter uma grande coleção de plantas tropicais, com um ambiente próprio, inclusivamente uma ala fechada, com água. E uma estufa. Ficará muito bom! Nós vamos começar, já, a fazer a seleção dessas plantas”, explicou. Uma seleção que contará com a ajuda do próprio Miguel Albuquerque, que se predispõe a fazer “uma volta ao mundo digital” para ajudar a encontrar as plantas.

O líder madeirense não escondeu o carinho que tem pelas plantas, frisando o seu contentamento pela «excelente coleção» exibida. E considerou que a ideia de prolongar, no tempo, aquela exposição, que considera ser um certame de excelência em qualquer parte do mundo, foi uma aposta ganha. «Falta ainda uma semana para fechar o certame e já temos mais de 75 mil visitantes», enalteceu.

Tempo ainda para elogios à Secretaria da Agricultura, mas também aos expositores, «porque é muito importante continuarmos a ter pessoas com vocação para a botânica e que tenham amor às flores». «Eu não tenho medo de dizer essa palavra, porque, de facto, as flores e as plantas são uma atividade que exige amor e paixão», reforçou.