UMa exibe documentário sobre Martha Telles no dia 23 do corrente mês

No dia 23 de Maio, às 10h30, será apresentado na Universidade da Madeira um documentário sobre a vida e obra da pintora madeirense Martha Telles.

Após a apresentação, na Sala do Senado, no piso – 2 do Campus da Penteada, segue-se um debate sobre o património audiovisual e a sua relevância na preservação da memória de artistas regionais, com a presença de David Atouguia, Carlos Valente, Isabel Santa Clara, Márcia Sousa e Duarte Encarnação, refere uma informação à imprensa.

Este documentário tem guião de Filipa Silva e foi realizado por David Atouguia. Integra a série “Artistas Plásticos na Madeira”, produzida pela Secretaria Regional de Educação, através da Direcção de Serviços de Educação Artística e Multimédia da Direcção Regional de Educação.

Martha Telles nasceu a 19 de Agosto de 1930 no Funchal. Após ter obtido o curso de Pintura na Escola de Belas Artes do Porto, a pintora madeirense estudou Sociologia da Arte na Sorbonne, sob a orientação de Maria Helena Vieira da Silva.

Em 1961, Martha Telles apresentou a sua primeira exposição individual em Copenhaga, onde também trabalhou como desenhadora técnica. Entre 1971 e 1981, a artista obteve o Bacharelato em Artes Plásticas, pela Universidade do Quebeque, frequentou o curso de gravura na Universidade McGill e foi bolseira do Conselho das Artes do Canadá. Além de se ter distinguido na pintura a óleo, Martha Telles também utilizou nas suas obras a aguarela e a gravura, tendo ainda feito cartões para tapeçaria. A pintora madeirense faleceu a 21 de Fevereiro de 2001, em Lisboa. Em 2003, foi organizada uma exposição de homenagem a título póstumo na Casa-Museu Frederico de Freitas.