Universidade da Madeira abre novo mestrado em Literatura, Cultura e Diversidade

A Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade da Madeira vai oferecer, já no próximo ano lectivo 2019/2020, um novo mestrado em Literatura, Cultura e Diversidade. Com início previsto para Setembro, o mestrado oferece a possibilidade do desenvolvimento das competências críticas e analíticas no campo dos estudos literários e culturais, refere uma nota da UMa.

Contando com a experiência de especialistas reconhecidos, este mestrado alia o estudo ao trabalho prático, num contexto interdisciplinar, enveredando por um caminho no qual se ligam diferentes perspectivas teóricas e metodológicas, permitindo a leitura, interpretação e reflexão sobre uma variedade de documentos literários e culturais que abordam a diversidade em várias áreas, do pós-colonialismo às questões migratórias, do género à igualdade de oportunidades, das questões ligadas às linguagens artísticas, aos media e às subculturas.

Tendo em consideração o reconhecido valor que as artes e a cultura representam na compreensão das identidades nacionais e regionais, assim como a sua importância nas indústrias e economia criativas, numa era marcada pela globalização, fluxos migratórios e rápida disseminação cultural, este programa de segundo ciclo pretende oferecer uma formação sólida que envolve a interacção entre estudos culturais, estudos literários e artísticos, estudos de género e de intermedia.

Para além destes objectivos, o mestrado em Literatura, Cultura e Diversidade, pretende também dotar os graduados com competências variadas nas áreas da análise e reflexão, comunicação, edição de textos, investigação, formação, assessoria e consultadoria em instituições culturais, empresas ou na administração pública, refere-se.

As áreas cobertas por este mestrado são variadas e incluem Debates Contemporâneos, Literatura e Linguagens Artísticas, Métodos e Técnicas de Investigação nas Humanidades, Tendências da Literatura Contemporânea e Literatura e Género. Para finalizar os estudos, há a possibilidade de dissertação, projecto ou estágio.

O mestrado em Literatura, Cultura e Diversidade foi acreditado pela A3ES – Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, por seis anos, período máximo para acreditação de um ciclo de estudos, e nesta primeira edição serão disponibilizadas 15 vagas.