Forças de segurança cercam Parlamento, El Diário de Caracas fala em possível engenho explosivo

VENEZUELA CERCO
Foto publicada pelo El Diário de Caracas

As notícias correram no sentido que a Assembleia Nacional da Venezuela estava cercada por forças de segurança venezuelanas, uma denúncia que terá partido do presidente interino Juan Guaidó, que partilhou imagens no Twitter.

Acontece que o El Diário de Caracas relata a existência do cerco, mas aponta como motivo uma alegada ameaça de bomba. “A esta hora, a policia e os serviços secretos estão presentes no localo e não permitem a entrada de deputados e de trabalhadores da Assembleia, não adiantando mais detalhes da operalção”, revela o jornal.

Esta situação surge no dia em que era dada a informação da detenção do vice presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano, uma situação que já mereceu o lamento por parte de Paulo Neves, deputado social democrata na Assembleia da República, numa intervenção realizada na Comissão Parlamentar de Negócios Estrangeiros, na Assembleia da República, onde afirmou ser “ilegítima a detenção”.