“Paris sempre Paris ferida na sua Catedral em chamas, um símbolo maior do imaginário coletivo”, mensagem de Marcelo a Macron

A imponente Catedral que o mundo conhece.

A Catedral de Notre-Dame, que está a ser devorada pelas chamas, é uma das mais antigas catedrais francesas, em estilo gótico, cujo início de construção remonta a 1163. Está situada na praça Paris, na pequena ilha Île de la Cité, em Paris, com as águas do rio Sena à volta.

A tragédia caíu sobre a França, mas também sobre o mundo, sendo que a Catedral, como disse Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da República, em mensagem enviada ao seu homólogo francês Emmanuel Macron, faz parte do imaginário coletivo. O mundo “chora” a destruição de um  espaço emblemático do ponto de vista arquitetónico, mas também do ponto de vista global das emoções, local de encontros, local de visitas na cidade da Luz. A mensagem de Marcelo diz, concretamente, que “uma dor que nos trespassa o olhar e logo nos marca a alma, Paris sempre Paris ferida na sua Catedral em chamas, um símbolo maior do imaginário coletivo a arder, uma tragédia francesa, europeia e mundial”.

Como podemos observar na Wikipédia, “a arquitetura gótica substituiu as paredes grossas das igrejas românicas por colunas altas e arcos capazes de sustentar o peso dos telhados. Como consequência, os edifícios góticos ganharam um aspecto mais leve, e as janelas, mais amplas e altas, foram decoradas com belos vitrais coloridos que filtravam a luz natural, e com isso, criavam um “clima” de misticismo em seu interior. A construção inicia-se em 1163 reflectindo alguns traços condutores da Catedral de Saint Denis, subsistindo ainda dúvidas quando à identidade de quem terá “colocado” a primeira pedra, o Bispo Maurice de Sully ou o Papa Alexandre III. Ao longo do processo (a construção, incluindo modificações, durou até sensivelmente meados do século XIV) foram vários os arquitectos que participaram no projecto, esclarecendo este factor as diferenças estilísticas presentes no edifício”.

A UNESCO já manifestou disponibilidade de ajudar naquilo que for preciso, tendo em vista a recuperação da Catedral.

Momentos altos da Catedral (Wikipédia)

  • 1314 – Na ponta da ilha, onde hoje é a praça Verte-Galant, o último grão mestre templário, Jacques Molay, após sete anos na prisão, juntamente com outros templários, foram executados queimados vivos na fogueira. O julgamento ocorreu na praça Paris em frente à catedral. Foram condenados pela igreja católica com ordem do Papa Clemente V, influenciado e pressionado pelo rei Filipe IV de França que acusaram os templários de serem hereges, culpados de adoração ao demónio, homossexualidade, desrespeito à Santa Cruz, sodomia e outros comportamentos de blasfêmia.
  • – 1431 -Coroação de Henrique VI de Inglaterra durante a guerra dos cem anos
  •  1804 – Coroação a 2 de Dezembro de Napoleão Bonaparte a imperador de França e sua mulher Josefina de Beauharnais a imperatriz, na presença do Papa Pio VII
  • 1909 Beatificação de Joana D’Arc
  • 2019 Obras de restauro e um incêndio de grandes proporções