Jornalismo fora dos grandes centros em debate a 6 de Abril em Câmara de Lobos

O Sindicato dos Jornalistas divulgou o programa do evento “Jornalismo fora dos grandes centros”, que dinamiza no Museu de Imprensa da Madeira, em Câmara de Lobos, a 6 de Abril. A abertura decorre pelas 9 horas do dia referido, com uma mensagem de boas-vindas do edil camaralobense, Pedro Coelho, seguida de discursos de abertura por Sofia Branco, presidente da Direcção Nacional do SJ, e de António Macedo Ferreira, presidente da Direcção Regional da Madeira do Sindicato.

Segue-se o primeiro painel, intitulado “Desafios da imprensa regional na Europa de hoje”, por Sofia Colares Alves, da Comissão
Europeia em Portugal. Haverá lugar a intervenções do público. A jornalista freelancer Paula Sofia Luz falará sobre o tema “Jornalismo de pressão: quanto pode o poder político local contra a precariedade”; Cruz Negreira, do Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela, apresentará uma comunicação intitulada “Los medios digitales de proximidad en España y Portugal”, Cruz Negreira, e, pelas 10h45, Carlos Almeida, jornalista no semanário “Região de Leiria” falará sobre o assunto “Fontes e proximidade: como o jornalismo é um local difícil”.
Já pelas 11h00, o tema é “Ciberjornalismo académico: o valor da proximidade na notícia”, por Filipa Silva, JPNJornalismoPortoNet/Universidade do Porto.

Ao meio.dia, “Madeira: rádios locais e o jornalismo de proximidade nas novas plataformas digitais” será abordado por Miguel Guarda, jornalista e director das rádios JM-FM, Rádio Calheta e Rádio Santana, seguindo-se a intervenção “Imprensa: do chumbo ao digital”, por Jorge Freitas Sousa, jornalista do Diário de Notícias da Madeira. A jornalista da RTP-Madeira, Tânia Spínola, aborda por seu turno
“A televisão pública no jornalismo de proximidade”.

À tarde, pelas 14h00 – “MediaRAM: o modelo regional de apoio aos média da Madeira” será defendido por Sérgio Marques, deputado na Assembleia Legislativa da Madeira, seguindo-se a discussão da temática “Financiamento público da comunicação social: sim ou não?”, por Paulo Barriga, jornalista e formador (projecto Literacia para os Media)
“O Diário do Minho e a relação com a Igreja”, é o tema escolhido por Damião Pereira, director do Diário do Minho

Os jornalistas gestores”,  por Nuno Francisco, director do Jornal do Fundão; “Os novos desafios da CCPJ”, por Luís Mendonça, professor universitário e director da Universidade FM – Rádio de Vila Real; “Era uma vez um jornalista numa terra pequena”, por Duarte Caires, jornalista da Agência Lusa-Madeira, são outras intervenções que terão lugar.

Pelas 16h30, abordar-se-á os “Desafios das Eleições Europeias de 2019”, por Pedro Valente da Silva, do Parlamento Europeu em Portugal. O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, encerrará a sessão pelas 17h15.