Juventude CDU estever no Call Center da Meo/Altice no Funchal

A Juventude CDU esteve hoje, no âmbito das comemorações do Dia Nacional da Juventude, no Call Center da Meo/Altice, junto
dos jovens trabalhadores destas instalações, para ouvir as preocupações e reivindicações dos trabalhadores que se queixam de
extrema precariedade laboral.
No final da iniciativa o dirigente nacional Duarte Martins, declarou ser “com uma grande inquietação que constatamos que a
precariedade laboral tem particular incidência na juventude, situação gravosa essa, que não deveria ser nem regra nem excepção. A juventude para se emancipar, para comprar casa, comprar carro, poder constituir família, enfim para poder comprar as coisas essenciais para a sua vida precisa da garantia de trabalho digno e com direitos, um trabalho estável que possa dar perspectivas de futuro”.
Nesse sentido a CDU promete continuar a lutar para que a juventude possa ter melhores condições laborais, para que seja garantido o direito fundamental, que a cada posto de trabalho permanente corresponda a um vínculo efectivo de trabalho, e não a contratos precários e  escandalosos, renováveis de 15 em 15 dias como é o caso daqui do Call  Center da Meo/Altice no Funchal”, criticou.

“Queríamos por fim, a partir da Madeira, manifestar a nossa solidariedade para com a manifestação nacional da Interjovem no quadro da CGTP que está hoje a decorrer em Lisboa”, concluiu.