PSD quer proteger e classificar o Mercado dos Lavradores

Os deputados do PSD Madeira vieram hoje declarar a sua intenção de proteger o Mercado dos Lavradores de possíveis intervenções que possam descaracterizar o edifício.

Numa iniciativa realizada naquele local, a deputada Rubina Leal sublinhou que em causa está não só a questão do património arquitectónico, mas também a salvaguarda das “nossas tradições e aquilo que é a essência deste mercado”.

“As várias notícias que têm surgido demonstram que há uma vontade de desvirtuar o que é o nosso Mercado dos Lavradores e o PSD tomou a iniciativa de propor que este edifício seja tornado um edifício de interesse público, salvaguardando não só o mercado, mas também a Praça do Peixe”, referiu a parlamentar.

Rubina Leal disse que o Mercado dos Lavradores é representativo da “identidade” madeirense: “Temos aqui uma herança cultural muito grande e temos que mantê-la, disse, assegurando que essa “é a vontade da nossa população”, uma vez que têm sido muitas as pessoas que têm feito chegar essa preocupação junto do PSD.

A iniciativa do grupo parlamentar social-democrata foi analisada hoje pela Comissão Especializada de Educação e Cultura, devendo ser discutida em plenário na próxima semana.