SESARAM justifica reajustamentos no Centro de Saúde da Camacha com a baixa médica dum médico de família

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM, E.P.E), veio hoje informar que uma baixa médica, de um médico de família, no Centro de Saúde da Camacha motivou alguns reajustamentos, nomeadamente a transferência de doentes para os colegas e/ou para outras modalidades de atendimento.

“Recomendamos aos utentes que necessitam de ajuda médica para procurar uma das várias soluções de atendimento disponíveis, nomeadamente a consulta de recurso e as consultas não programadas e/ou em alternativa (perante as situações urgentes) o recurso ao Serviço de Atendimento Urgente disponível no Centro de Saúde de Machico, 24 horas por dia, todos os dias da semana, de segunda a domingo”, diz o SESARAM.

“Mais informamos que perante esta e/ou outras situações de baixa, são sempre consideradas outras alternativas para salvaguardar a continuidade dos cuidados, no sentido de conservar ao máximo o bem-estar e qualidade de vida dos utentes”, garante o Serviço, que relembra que em Abril está prevista a contratação de 12 médicos de família, “pelo que prevê-se uma melhoria da capacidade de resposta nos Cuidados de Saúde Primários”.