Grupo vocal Olisipo dá concerto barroco na igreja do Porto Moniz a 16 de março

A igreja matriz do Porto Moniz acolhe no dia 16 de março (próximo sábado), pelas 20:00, com entrada livre um concerto de música barroca pelo Grupo Vocal Olisipo

“Barroco Católico e Protestante” é o tema do concerto inserido no ciclo de “música a norte” e cujo PROGRAMA é o seguinte:

Diogo Dias Melgaz (1638-1700)
Adjuva nos
Salve Regina

Pedro V. Rego (1673-1736)
Beati Omnes

Afonso Lobo (fl.1770-1790)
Motetes para a Quaresma
Ductus est Jesus
Assumpsit Jesus
Erat Jesus ejiciens
Cum sublevasset

André Rodrigues Lopo (c. 1739-c.1800)
Sepulto Domino

Miguel Anjo do Amaral (c. 1770-c.1820)
Dicebat Jesus

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
Jesu, meine Freude BWV 227

“Barroco Católico e Protestante”

Neste concerto veremos em diálogo duas realidades distintas do barroco: a da tradição católica Portuguesa e a da protestante Alemã.

A reforma de Martinho Lutero e a reação da Igreja Católica (a que chamamos de contra-reforma) levou a que existissem diferentes percursos na estrutura da celebração litúrgica que se estendiam para além da adopção da tradução da Bíblia e do uso da língua vernácula por parte dos protestantes. Também a música seguiu caminhos distintos e, se em ambos os casos, pela natureza barroca se procurava efeitos musicais que tentavam reforçar ou ilustrar os sentimentos vinculados pelo texto, os resultados eram distintos. Na realidade Portuguesa, a tradição polifónica da música Renascentista (prima pratica) continuava a marcar muito do que se fazia, ao passo que na Alemanha protestante surgiram outras realidades mais ligadas a prática dos corais e salmos cantados pela comunidade das igrejas.

Não esquecendo o período do calendário litúrgico, teremos assim neste programa música ligada à quaresma de compositores do ciclo da Sé de Évora do Séc. XVIII e música de uma das maiores referências do barroco Alemão, Johann Sebastian Bach com o motete “Jesu, meine Freude”, também uma peça de carácter contido, que terá sido escrita possivelmente para uma situação fúnebre.

Quem é o GRUPO VOCAL OLISIPO?

O Grupo Vocal Olisipo foi fundado em 1988, tendo sido desde então dirigido por Armando Possante. O seu repertório é vasto e eclético, abrangendo obras do período medieval aos dias de hoje.

Colabora regularmente com compositores como Bob Chilcott, Ivan Moody, Christopher Bochmann, Eurico Carrapatoso, Vasco Mendonça, Luís Tinoco e Manuel Pedro Ferreira, entre outros, tendo estreado, em Outubro de 2016, no Festival Guitar’Essonne, em França, obras de Anne Victorino d’Almeida, António Pinho Vargas, Carlos Marecos, Daniel Davis, Edward Luiz Ayres d’Abreu, Fernando Lapa, José Carlos Sousa, Nuno Côrte-Real, Sérgio Azevedo e Tiago Derriça.

Trabalhou com dois dos mais prestigiados ensembles mundiais da actualidade – “Hilliard Ensemble” e “The King’s Singers” – e interpretação de ópera barroca com Jill Feldman.
Conquistou já diversos prémios, como uma menção honrosa no Concurso da Juventude Musical Portuguesa e o Primeiro Prémio nos concursos International May Choir Competition em Varna, Tampere Choir Festival, 36º Concorso Internazionale C.A.Seghizzi e 5º Concorso Internazionale di Riva del Garda, e vários prémios de interpretação.

Efectua actuações em todo o país, nos principais palcos e festivais de música como o CCB, Teatro Nacional de S. Carlos, Casa da Música e Teatro Rivoli, entre outros. Colabora regularmente com os principais ensembles e orquestras nacionais e apresenta-se em concertos por todo o mundo, também como ensemble convidado nos mais prestigiados festivais. Participou no filme “As variações de Giacomo” com John Malkovich e Veronica Ferres e os cantores Miah Persson, Florian Bösch e Topi Lehtipuu. Gravou o Officium Defunctorum de Estêvão de Brito e as Matinas de Natal de Estêvão Lopes Morago para a editora Movieplay, Cantatas Maçónicas de Mozart para a EMI, e, para a Diálogos, Tenebrae com música de Francisco Martins e Manuel Cardoso e o Magnificat de Eurico Carrapatoso.

Elsa Cortez – Soprano
Patrycja Gabrel – Soprano
Lucinda Gerhardt – Alto
Carlos Monteiro – Tenor
Armando Possante – Barítono e Direcção

Conheça toda a programação: http://bit.ly/2Eijdav