Artista americano Eames Demetrios expõe nos Prazeres

Após a abertura da instalação Origem da Ternura no passado domingo, no adro da igreja dos Prazeres, pelo artista americano Eames Demetrios, o projecto estende-se agora ao espaço da Galeria da mesma localidade. A inauguração realizar-se-á na sexta-feira dia 15 de Fevereiro, às 19h00, refere uma nota de imprensa.

Os Prazeres são, assim, palco da primeira instalação em Portugal do projecto Kcymaerxthaere, uma das maiores obras de arte do mundo, cuja abertura contou com a presença da comunidade local e membros da Câmara Municipal da Calheta, o presidente Carlos Teles e o vice-presidente Nuno Maciel, entidade que apoia este e os restantes projectos culturais na Galeria dos Prazeres.

Eames Demetrios explicou o significado da Origem da Ternura, salientando a nova ligação que se estabelece entre as pessoas, lugares e comunidades através de uma história contada em instalações pelo mundo inteiro (só não tem ainda instalações na Antártida e na Lua, como afirmou, arrancando risos à plateia que o ouvia no adro da igreja dos Prazeres e o aplaudiu no final da apresentação).

Essa ligação, através de uma obra de arte, acontecerá também entre gerações. Como notou o artista, as pessoas não precisam de um capacete de realidade virtual de alta tecnologia para experimentar um espaço Kcymaerxthaere na freguesia dos Prazeres— agora ou daqui a 100 anos.

Na Galeria dos Prazeres, que integra a Quinta Pedagógica sediada na referida freguesia, o público terá a oportunidade não só de ver contextualizada a Origem da Ternura no projecto Kcymaerxthaere para Portugal (sete marcos ao todo) e outras instalações espalhadas pelo Mundo, mas também de interagir com a narrativa sobre esse universo alternativo, que coexiste, até certo ponto, com o nosso. Este mundo paralelo é amplamente consistente com o nosso mundo físico, mas com diferentes histórias, criaturas, regras e até leis da física.

Como sublinha Eames Demetrios, tais essas histórias e instalações «ajudam as pessoas a verem coisas que ainda não estão lá». E «embora, muitas vezes, nos seja dito para sermos práticos e nos concentrarmos no que está realmente diante de nós, ver as coisas que não estão lá pode ser muito importante.»

Eames Demetrios, além de artista e cineasta, dirige o Eames Office, cuja missão é comunicar, preservar e desenvolver o trabalho de Charles and Ray Eames, que está entre os designers mais famosos da História.