Grupos Savoy e Pestana vendem na Feira de Helsínquia estadias na Madeira a 25 euros por pessoa, por noite, em hotéis de cinco estrelas

O Funchal Notícias foi informado de que o destino Madeira está a ser vendido por 25 euros por dia pelos grupos Savoy e Pestana, na Matka, uma feira da indústria turística e de viagens que se realiza em Helsínquia, capital da Finlândia. Preços que acabam por escandalizar quem, na Região e na indústria hoteleira, tem de enfrentar essa dura concorrência. Ao FN chegaram comentários de “vender a Madeira a pataco” e mesmo considerações de eventual concorrência desleal, além de imagens dos cartazes de promoção.

As fotos são elucidativas e mostram que o Savoy e os hotéis Pestana, classificados como sendo de cinco estrelas, estão a promover através de companhias de time-share estadias de uma semana para quarto duplo, a 350 euros. O que resulta na quantia de 25 euros por noite e por pessoa.

Ainda por cima, quem comprar estas férias poderá escolher a semana que quiser, durante dois anos, conforme nos informou fonte que reputamos de credível.

Na Matka – Feira de Helsínquia, que principiou no dia 17 e acaba hoje, três companhias de time-share diferentes comercializam estadias no Savoy, um hotel com uma enorme capacidade de albergar pessoas e cuja volumetria muito deu que falar no Funchal. A Matka é considerada a maior feira da indústria de viagens do norte da Europa, sendo visitada anualmente por mais de cinquenta mil consumidores e 20 mil profissionais das viagens e do sector hoteleiro.

Também o grupo Pestana propõe estadias de uma semana ao preço “da chuva”. São oportunidades de ficar num hotel de cinco estrelas a preços que nem num “hostel” se praticam.

Estas práticas prometem ainda dar que falar no sector e junto das entidades competentes pela gestão do turismo na Região – para não falar junto da opinião pública, e levantam interrogações, de facto, sobre que tipo de futuro se pretende para o sector turístico/hoteleiro na RAM.

Não deixa de ser irónico, por outro lado, que na passada quinta-feira, durante a primeira edição do Fórum de Turismo, organizado pela UMa no Colégio dos Jesuítas, no Funchal, Bruno Freitas, director executivo do Savoy Hotels & Resorts, tenha alertado para o crescimento desordenado de camas na Madeira, devido ao aumento da oferta e a diminuição da procura, conforme cita o Jornal Económico.