Montenegro vai avançar e Ângelo Correia diz que o PSD vai ficar pior do que está hoje

angelo correia
Ângelo Correia está contra o desafio, neste momento, à liderança de Rui Rio.

O PSD ficou, repentinamente, em “pé de guerra”. Rui Rio tem andado num clima de “banho maria”, do politicamente correto, deixando passar ao lado aquilo que o partido precisava para tentar, em ano de eleições, retomar o ritmo de partido de poder. Ao ponto de, agora, surgir uma onda de contestação face ao avanço, mais do que provável, de Luís Montenegro para a liderança. Um desafio que Rio certamente não esperava.

Em declarações à TSF, Ângelo Correia, que era muito próximo de Passos Coelho, mostra-se pouco esperançado neste momento social democrata. Neste e no futuro. Não considera positiva a intenção de Luís Montenegro desafiar, neste momento, a liderança de Rui Rio. Considera que estas fragilidades internas prejudicam o partido num ano em que a concentração deveria, tão só, estar virada para as três eleições.

“Tudo isso vai ocupar o partido numa luta interior, interna, que vai ter um grau de polarização extrema e que vai coincidir quase com as eleições (legislativas).” Ou seja, nessa altura, o PSD “vai estar em convulsão, pior do que está hoje em dia”, disse.