Escola de Santana distinguida em Mostra Nacional do Prémio Ilídio Pinho

Escola de Santana premiada
A Escola de Santana premiada numa cerimónia que contou com a presença do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.
Escola de Santana premiada B
O projeto de Santana resultou na construção de um robô com a capacidade de pesar, medir a altura, bem como a pressão arterial de indivíduo.
Escola de Santana premiada C
A escola fez-se representar pelas coordenadoras do projeto Lisandra Tavares e Olga Magalhães, bem como pela diretora Adélia Santos, que receberam o prémio das mãos do Engenheiro Ilídio Pinho e do Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues.

A EB1/PE/C de Santana esteve presente, em Lisboa, nos dias 8 e 9 de janeiro, na Mostra Nacional da 15ª Edição do Prémio Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, onde foi distinguida com uma menção honrosa, no segundo escalão, com o projeto “Enferbot”.

A escola fez-se representar pelas coordenadoras do projeto Lisandra Tavares e Olga Magalhães, bem como pela diretora Adélia Santos, que receberam o prémio das mãos do Engenheiro Ilídio Pinho e do Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues.

Uma nota daquele estabelecimento de ensino refere que “o projeto premiado foi desenvolvido no ano transato pelos alunos do terceiro ano, atualmente no quarto ano, do 1º Ciclo e resultou na construção de um robô com a capacidade de pesar, medir a altura, bem como a pressão arterial de indivíduo. Após a conjugação destes valores o robô emitia um conselho relativo à saúde do mesmo. As t-shirts interativas foram também uma componente importante do projeto, bem como o bolo confecionado com stévia, um substituto natural de açúcar”.

No âmbito deste projeto, aponta a mesma nota, “os alunos dinamizaram e participaram em diversas atividades que envolveram toda a comunidade de Santana. Estas tiveram como objetivo primordial sensibilizar para a prática de hábitos saudáveis, através das aprendizagens efetuadas pelos alunos ao longo do desenvolvimento deste projeto. Entre as diversas atividades desenvolvidas, destaque-se a organização da Feira da Saúde de Santana, bem como a Color Run. De salientar que esta última teve uma vertente solidária, uma vez que a verba angariada reverteu a favor da Associação de Paralisia Cerebral da Madeira”.