Recluso amanhece morto na cadeia do Funchal

Um recluso do Estabelecimento Prisional do Funchal (EPF) apareceu hoje sem vida.

Segundo conseguimos apurar, trata-se de um cidadão de nome Júlio, que estava a cumprir pena pelos crimes de sequestro simples, extorsão e homicídio qualificado.

O recluso foi um dos três que foi condenado em julho de 2012, pelo Tribunal de Santa Cruz, a 23 anos de prisão por tirar a vida a Richard Vasconcelos, num apartamento de um dos arguidos, onde foi espancado até à morte, em maio de 2011.

O crime deu-se num contexto em que o jovem Richard terá sido incumbido pelo grupo de ir a Londres buscar uma encomenda de droga. O grupo terá ainda tentado exigir ao pai da vítima dois mil euros pela sua vida.

Desconhecem-se as circunstâncias em que o recluso perdeu a vida.

As autoridades vão agora averiguar o caso.