Quantas taças de água o seu gato tem? Quantas caixas de areia? Quantos brinquedos?

ATENÇÃO: Assunto de extrema importância para a saúde dos gatos.

Quantas taças de água seu gato tem? Quantas caixas de areia o seu gato tem? Como são as taças de água? Onde estão localizadas as caixas? Estas e outras perguntas são essenciais para o bem-estar dos gatos.

INGESTÃO DE ÁGUA NOS GATOS: O gato é um animal com instinto selvagem, por isso não tem o hábito de beber muita água, porque, na natureza obtém a água a partir da presa caçada para alimentação. Com isto é importante estimular a ingestão hídrica dos felinos. Os gatos precisam de água fresca e renovada de forma diária. Podem ser especiais com a comida, mas no que diz respeito à água, são ainda mais. Para além do seu comportamento escrupuloso, é habitual que os proprietários tenham alguma dificuldade para calcular a quantidade diária que o gato bebeu ao longo do dia. Alguns têm a tendência a beber pouco e outros, pelo contrário, demasiado. Como fazer isso?

– Manter sempre a água fresca e limpa;

– Mais de uma taça de água espalhada pela casa;

– Taças rasas e largas (Eles não gostam de encostar o bigodinhos nos bordos da taça);

– Colocar cubos de gelo para manter a água fresca. Muitos gatos gostam de brincar com os cubos de gelo; Evitar bebedouros de plástico, uma vez que costumam libertar sabores que não agradam ao gato e deixam de beber aí. É preferível que sejam de inox ou de cerâmica em vários lugares da casa, especialmente importante em gatos mais velhos com mobilidade reduzida;

– Água corrente (fontes automáticas);

– Dieta húmida;

– O alimento seco pode ser humedecido com um pouco de caldo de peixe ou de frango (sem sal ou cebola) ou água quente para realçar os aromas e estimular o gato a beber mais água. A ingestão de água pode depender do tamanho do gato, da época do ano e, como todos sabemos, da sua alimentação. Se o nosso gato se alimenta unicamente de alimento comercial, que só apresenta uns 10% de água na sua composição, devemos dar-lhe entre 60 a 120 ml a mais do que aos gatos que se alimentam de comida húmida (que pode conter até 80% de água). Assim sendo, um gato alimentado apenas com ração seca, deverá beber mais água que os gatos alimentados com comida húmida, tudo isto para se manterem corretamente hidratados. Se nos referirmos à idade do gato, sabemos que os gatinhos bebés e gatos idosos devem beber mais água que os adultos. Um gato de 5 kg de peso deverá beber cerca de 250 ml de água por dia em condições normais. É sempre importante saber a quantidade de água que pode conter o bebedouro do nosso felino e, se possível, não encher apenas quando este está vazio. Um gato deverá beber tanta água como lhe apetecer, por isso é sempre positivo incentivá-lo com diferentes recipientes em vários lugares da casa, para que nunca se esqueça de ingerir água, e na eventualidade de lhe dar a preguiça, não ter que andar muito até à taça da água. Todos nós sabemos que os gatos são animais preguiçosos. Eles até podem ter sede, mas só de pensarem que têm que ir até o outro lado da casa para beberem água, desistem logo da ideia! É importante sabermos ainda que a ingestão de água por parte de um gato varia em pequenas proporções dependendo da época do ano. Não é o mesmo no verão, onde sofrem com o calor, que no inverno, quando não querem separar-se nem um segundo do aquecedor, nem para beber água. Devemos ser racionais nestes casos para não nos alarmarmos desnecessariamente.

 

CAIXAS DE AREIA: Onde colocar a caixa de areia? O momento de urinar é um momento de grande vulnerabilidade para o gato e ele precisa de se sentir seguro.

– Devemos ter mais do que uma caixa de areia. O ideal é se tiver um gato, ter 2 caixas de areia; se tiver 2 gatos ter 3 caixas de areia; 3 gatos, 4 caixas de areia,…

– Deixar num lugar tranquilo onde ele se sinta seguro para usá-la.

– Manter sempre limpa

– Adaptar o tipo de areia de acordo com o gosto do seu gato.

BRINQUEDOS: O seu gato tem brinquedos?

– O gato tem o instinto de caça. O uso de brinquedos para ele caçar, caixas de cartão ou arranhadores são muito importantes para o gato gastar energia e evitar stress. Estes 3 fatores (ingestão de água, caixa de areia, zona de lazer e brincadeira) são a base para manter o bem-estar do gato. O gato é um animal de hábitos e qualquer alteração na sua rotina, pode desencadear fenómenos de stress no seu animal e provocar sérios problemas urinários. A mudança de casa, o acesso à rua, a disputa de território, introdução de um novo elemento na família, sobrepopulação, também pode resultar em stress para o gato. Qualquer alteração da ingestão de água (beber muita água ou pouca água) e da micção, deverá ser um motivo de alerta. É importante que aí contacte o seu médico veterinário. Uma questão que ficará para um próximo artigo é a influência do tipo de alimentação na dentição do seu gato.

 

*Andreia Araújo, médica veterinária na Clínica Veterinária Santa Teresinha