Madeirense candidata a Miss Globe 2018 domingo na Albânia

Alexandra Garcês na Albânia
Alexandra Garcês já está em Tirana para o concurso do próximo domingo. 
Alexandra Garcês - Foto Marco Bastidas
A jovem participa pela segunda vez num concurso internacional. Foto Marco Bastidas

A madeirense Alexandra Garcês, que se sagrou Miss Queen Madeira em 2017, encontra-se na Albânia a participar no concurso de beleza Miss Globe 2018, cuja gala final tem lugar no próximo domingo, em Tirana, capital albanesa, e que acolhe há vários anos este evento.

Uma nota enviada à comunicação social faz referência a este concurso de beleza internacional que se dedica à promoção do turismo das diversas regiões, e sobretudo no país que acolhe o evento, Albânia, onde nos últimos anos este concurso tem sido realizado.

“Este ano as candidatas encontram-se hospedadas no Fafa Resort, que fica a cerca de 15 km da capital albanesa. O Miss Globe 2018, é um concurso de referência a nível internacional, e que é acompanhado pelos principais fóruns dos concursos de beleza, no fundo, as maiores plataformas de concursos de beleza, que incluem o Miss Globe como uma das maiores referências a nível mundial. O evento tem a gala final num espaço emblemático em Tirana, um teatro ao ar livre, no próximo domingo, e as candidatas ao longo destas semanas de estágio, efetuam visitas a locais de referência, sobretudo atrações turísticas, e estiveram também a passear num país vizinho, Montenegro”.

A mesma nota sublinha que “para além da própria preparação do concurso, e das coreografias, estas visitas assumem participar importância pela visibilidade que depois todas as finalistas propiciam com as redes sociais nos diversos países participantes, para além de todo o trabalho da organização. No Miss Globe 2018, Ricardo Monteverde que é o responsável pelo prestigiado Miss Queen Portugal, refere-nos que “o carisma da candidata é muito valorizado, não é apenas a beleza e a elegância, e existem outras competições associadas, de talentos, trajes típicos, entre outros, que vão permitindo também ao júri, ir conhecendo as candidatas, e têm sido feitas também muitas sessões fotográficas. O saber falar bem o inglês, é importante, mas também as mensagens que as candidatas conseguem passar”, refere.

A madeirense Alexandra Garcês participa pela segunda vez num concurso internacional, depois de ter conquistado a faixa de 1ª. Dama no Miss Mediterranean, no Chipre, e nestes concursos internacionais existe sempre uma competitividade muito grande, “mas reina a expetativa numa boa participação da jovem madeirense. Todos os concursos de belezas têm sempre países com um “peso de faixa” maior que Portugal, mas a verdade é que a bonita madeirense que representa Portugal, poderá ser uma surpresa. Nos últimos anos a tendência na vitória final tem sido para a Ásia, mas este ano algumas finalistas da América Latina e da Europa, aspiram ao título principal. E com a faixa de Portugal, Alexandra Garcês certamente vai dar o seu melhor, e para tal vai ter também o apoio da família, que viajou nesta quinta-feira para a Albânia, de forma a dar um incentivo ainda maior à esbelta madeirense”.